Amigas – Um gelado que saiu caro!

As amigas são aquelas pessoas que sabemos que sempre estão lá para nos ouvirem, apoiarem quando mais precisamos, mas também para nos ajudarem a festejar a vida enquanto é nosso o dia.

Um grupo de 4 amigas que se conheceram no local de trabalho e que se aproximaram numa amizade que permanece após largos anos e percursos profissionais diferentes. Deste grupo fazem parte duas amigas mais expansivas, uma de gargalhada fácil e grande, outra exuberante no estilo, as outras duas menos expansivas, mas de coração aberto à amizade e à boa disposição.

Cada uma possui uma personalidade bem distinta com opiniões próprias o que, por vezes, nos faz discutir assuntos de forma viva mas, isso em nada prejudica a amizade que sentimos. Quando num restaurante as amigas se juntam para celebrar a amizade e resolvem discutir animadamente um assunto que, entre elas, era entendido de forma diferente, quem almoça na mesa do lado, acaba por se introduzir na conversa resultando numa agradável troca de ideias.

Mas, não é isso mesmo a amizade? A aceitação do outro independentemente da opinião!

O hábito dos encontros regulares deste grupo, cheios de peripécias, alegres gargalhadas ou de conversas mais sérias sobre acontecimentos e sobre a vida, é revigorante para as quatro e para os amigos das amigas que, por vezes se juntam, e passam a ser que nossos amigos.

É a necessidade inerente à vida, mas também a forte ligação que em nós permanece, que dita a aproximação num encontro onde a vida flui, libertando-nos dos problemas, dificuldades e agitação diária. Tanta história para contar, tanto para dizer, tanta gralhada para dar que um simples encontro para um chá ao final da tarde, se transforma  numa noite de petisco e se celebra, com uma garrafa de champanhe, até ao fim do dia.

A história num dia do nosso almoço no restaurante a Valenciana, contada pela amiga Mad.

Depois de almoço, já a tarde ia avançada, depois de ter ficado sem bateria no carro… depois de teres sido tu a levar a amiga Maria a casa e, depois de termos “engatado” um simpático cavalheiro que se prontificou a ajudar a fazer “pegar de empurrão” o carro, num desnível ali existente… Não satisfeitas com toda esta emoção, ainda resolvemos ir comer o famoso gelado “Nannarela” em S. Bento.

Não havia nenhum sitio para estacionar…. (ninguém se lembra que os carros não cabem nos bolsos das pessoas…). Já estavam muitos carros estacionados à volta do passeio…de certo modo, fui induzida em erro…. e resolvi pôr também o meu.

Entretanto gera-se a confusão com uma ambulância, dois autocarros da carris e outras viaturas estas, já estacionadas em segunda fila… Vem o policia e eu já não consigo tirar o carro e pago uma multa de 19,95€.

Entretanto, acaba o gelado e um dia preenchido de peripécias. Um gelado que saiu caro!

Conheça o restaurante a Valenciana em:  https://www.facebook.com/Restaurante-A-Valenciana-529026417135590/

Os gelados em Nannarela em: https://www.facebook.com/GelateriaNannarella/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s