Poema Esqueço-me das horas transviadas…

Neste início do outono apresentamos o poema “Esqueço-me das horas transviadas..” de Fernando Pessoa. Este poema faz-nos refletir sobre as mudanças, alterações, transformações que imperam nesta altura do ano comparativamente com outras estações do ano. Esqueço-me das horas transviadas Esqueço-me das horas transviadas o Outono mora mágoas nos outeiros E põe um roxo vago nos […]

Continue Reading

Poema Gratidão

O poema Gratidão de Manuel Maria Barbosa du Bocage (1765-1805) eleva-nos para as dimensões de amor, humanidade, virtude, amizade. É a nossa gratidão que temos de alimentar diariamente nas nossas relações humanas e sentimentais. Gratidão A minha gratidão te dá meus versos: Meus versos, da lisonja não tocados, Satélites de Amor, Amor seguindo Co’as asas […]

Continue Reading