Na galeria ÓRIQ – “6 nomes, pintura e escultura”

6 nomes pintura e escultura

Na galeria ÓRIQ, em Campo de Ourique, Lisboa, decorre uma exposição imperdível “6 nomes, pintura e escultura”, com curadoria de Olga e Sousa.

Até dia 19 de dezembro, visite a exposição “6 nomes, pintura e escultura”, aprecie as obras expostas, contacte com os artistas e, quem sabe, se encante por alguma obra e tenha uma oportunidade de adquirir arte.

A equipa do Blog Hucilluc – Aqui e Ali, liga-nos ao que nos rodeia, teve oportunidade de marcar presença na exposição, com uma excelente visita guiada e proporcionada pelo artista plástico José Henrique Prado.

Num espaço acolhedor somos surpreendidas pelos cenários, pelas cores, formas e materiais que compõem as várias obras expostas dos seis artistas aqui presentes.

Davide Susca

Utiliza materiais que recolhe durante as suas caminhadas pela natureza nomeadamente materiais que recolhe nas praias, para compor ao ar livre as suas obras espantosas.

Obra de Davide Susca
Passeio na Praia – Utilização de materiais recolhidos na praia

 

Gilberto Gaspar

As obras de Gilberto Gaspar, intervencionistas, mostram movimento e caos. Mostram que no mundo nem sempre reina a harmonia, deixam-nos alguma inquietação.

Eduardo Nunes

Apresenta um conjunto de obras pintadas a espátula, com cores fortes que mostram a natureza rude, mas bela das paisagens das serras.

Obra de Eduardo Nunes
Serra da Estrela

 

The Girl with two characters
Sónia Queimado-Lima

Falou-nos da sua vivência em África e da influência que essa experiência tem nas obras que cria. Nas suas telas vemos refletido o seu lado emocional através de cores fortes e quentes e da representação de rostos de olhares profundos.

 

 

Carlos Ribeiro

A cerâmica de Carlos Ribeiro mostra como o seu prazer de trabalhar, com as mãos, a “terra” – argila, permite criar objetos ímpares com texturas e formas inusitadas.

José Henrique Prado

Por fim, José Henrique Prado leva-nos a observar as suas peças expostas. Intrigamo-nos com a obra “Bipolar” onde dois rostos distintos possuem expressões contraditórias. Fascinamo-nos com a harmonia dos motivos marinhos e tons azuis que consegue obter em obras expostas. Surpreendemo-nos com a peça “Colinas”, representa Lisboa, cidade de 7 colinas devido à influência italiana, na verdade são 8 colinas, pela sua simplicidade e versatilidade como peças funcionais. Mas maravilhamo-nos com o candeeiro, designado Baga, uma peça intemporal pela forma, pela palete de tons e pelo impacto visual quando aceso.

Os artistas participantes nesta exposição

6 artistas
Brevemente publicaremos entrevistas aos seis artistas aqui referidos.

 

Conheça o artista José Henrique Prado

À conversa com José Henrique Prado, artista plástico.

 

Também pode gostar

Leave a Reply