1 de novembro: Dia de Todos os Santos e dia de Pão por Deus

  • O Dia de Todos os Santos é um feriado nacional cuja origem remota ao século II em honra de todos os santos conhecidos e desconhecidos, mártires e cristãos heroicos. Celebra-se ainda o dia dos Fiéis defuntos, por antecipação, homenageando todos os que já partiram.
  • Na véspera, dia 31 de outubro, á noite festeja-se o Dia das Bruxas ou Halloween, nome pelo qual é conhecida a noite das bruxas.
  • O Dia de Pão por Deus ou o Dia dos Bolinhos é uma tradição muito Nossa (portuguesa) celebrada no dia de Todos os Santos, que está ligada ao ritual cristão de oferecer alimentos aos defuntos, pão, bolos, vinho, etc.. As crianças que em pequenos grupos pedem de porta em porta o Pão por Deus” representam as almas dos mortos que “nesse dia erram pelo mundo”.

Curiosidades – leia e leve

  • O outrora hospital de Todos-os-Santos, atualmente designado por Hospital de São José, foi destruído no seu próprio dia – de Todos-os-Santos –, com o terramoto de 1 de novembro de 1755. Sabia?

Convívio com a palavra – poetize, leia e leve
Versos para pedir o Pão por Deus

  • As crianças terão primeiro de recitar versos aos moradores das casas onde vão pedir os bolinhos, frutos secos, chocolates… etc. Deixamos aqui alguns exemplos de cantilenas:

“Ó tia dá Pão por Deus?
Se o não tem Dê-lho Deus!”
“Pão por Deus,
Fiel de Deus,
Bolinho no saco,
Andai com Deus.”
Truz! Truz! Truz!
A senhora que está lá dentro
Assentada num banquinho
Faz favor de s’alevantar
P´ra vir dar um tostãozinho.”

  • Quando se recebe algo, “agradece-se” em verso:

“Esta casa cheira a broa
Aqui mora gente boa.
Esta casa cheira a vinho
Aqui mora algum santinho.”

  • Quando não se recebe nada, “mostra-se o desagrado” em verso:

“Esta casa cheira a alho
Aqui mora um espantalho
Esta casa cheira a unto
Aqui mora algum defunto.”
 
 

Também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *