A vida é um rio, de Vítor Encarnação

A vida é um rio

“A vida é um rio” é um texto de autoria de Vítor Encarnação que dedicamos a todos os jovens e em especial às nossas filhas, para que saibam seguir na vida conforme nos diz o escritor:

 

“Quero que cresças, quero perceber de que forma a vida, que é um rio, te leva consigo, prepara-te, não te deixes ir à deriva, a vida é um rio, a vida não volta atrás …”

A vida é um rio um texto de Vítor Encarnação

A vida é um rio

Quero que cresças, quero perceber de que forma a vida, que é um rio, te leva consigo, prepara-te, não te deixes ir à deriva, a vida é um rio, a vida não volta atrás, nós bem que tentamos, bem que desejamos correr em sentido contrário, mas não vale a pena tentares lavar-te duas vezes na mesma água, eu tentei e não consegui, quase morri afogado na ilusão, tiveram que me ir tirar de lá que eu já não tinha pé nem cabeça, mas tu podes ir mais preparado se estiveres ciente da profundidade, se souberes medir bem a distância que vai de uma margem à outra, olha que às vezes a profundidade é tanta que mete medo, com o sonho acontece muito, olha que às vezes a distância é enganadora, com o amor acontece muito, haverá dias em que irás correr depressa por teres tanta inquietação a desaguar dentro de ti, horas em que te apetecerá arrastar tudo contigo, noites em que irás bater no fundo, galgar tristezas por já não caberes no teu leito, mas se tiveres que correr, corre, deixa correr lágrimas,
e haverá outros dias em que fluirás sereno, horas em que parece que estás a beijar peixes da cor dos lábios, haverá noites em que se vê tudo, em que nadarão em ti palavras que sabem respirar dentro de água, noites em que a lua vem beber à tua boca, tu ainda tens muito que correr, eu já estou quase na foz, passei por onde irás passar, mas não te contarei nada, o percurso tens tu de fazer sozinho.

 

 

Do autor Vítor Encarnação pode ler:

Luz, um texto de Vítor Encarnação

Encruzilhada, um texto de Vítor Encarnação;   Abraço, um texto de Vítor Encarnação    Vinho, Vítor Encarnação;  

A serenidade nos tempos de vírus – Vítor Encarnação    Flor de Laranjeira, Vítor Encarnação 

Já nada existe antes da primavera, Vítor Encarnação  Amor impossível, Vítor Encarnação

Levantar Cedo, Vítor Encarnação    Estiagem, Vítor Encarnação

Esquecimento, Vítor Encarnação  Língua mãe, Vítor Encarnação     Azeitonas, Vítor Encarnação

Hora Zero, Vítor Encarnação    Autoestima, Vítor Encarnação    O Livro do Tempo, Vítor Encarnação

Contentamento, Vítor Encarnação    Labirinto,  Vítor Encarnação      Entrevista de Vítor Encarnação

Também pode gostar

1 comentário

Leave a Reply