Um bar a visitar

Os bares Speakeasy e com um bom ambiente são, muitas vezes, difíceis de encontrar. A porta de entrada em muitos destes bares, não passa de uma porta simples com muito pouca sinalização para ser identificada como pertencente a um destes bares. Nós conhecemos este incrível bar o Red Frog, na rua do Salitre em Lisboa, que lhe recomendamos numa saída com amigos ou com alguém especial para si. Cumprindo a tradição, a porta deste bar é muito discreta. Para entrar tem de tocar à campainha.

Deixe-se transportar para os anos em que Al Capone dominava, mantenha um espirito boémio e entre para a sala “secreta” através de uma “parede” carregando num botão. A decoração tem acabamentos em madeira e segue o estilo dos anos 20. Admire as fotografias de alguns músicos famosos que já passaram por ali. Os sapos vermelhos (red frog) também fazem parte da decoração. É um bar onde pode ouvir música ao vivo destacando-se o jaz e o swing, em ambiente muito acolhedor e elegante. Os coktails são surpreendentes, feitos com muita criatividade e mestria por um barmen que é considerado um dos melhores do mundo.

O Red Frog, com conceito de speakeasy, tem conquistado diversos prémios. Em 2017 o foi classificado no 92º lugar nos melhores bares do mundo na lista “The World’s 50 Best Bars”.

Apresentamos uma galeria de fotos retiradas da página do facebook do Red Frog em: https://www.facebook.com/redfrogspeakeasy/
Red frog3
 
 


 

Para melhor situarmos na história, este conceito de bar, leia Aqui algumas notas sobre a época da Lei seca e sobre o Red frog um sapo que habita a América Central e do Sul.

A Lei Seca, algumas notas.

Durante os anos 20 e início dos anos 30, para combater o abuso do consumo de álcool, alguma pobreza e insegurança que reinava nos Estados Unidos, foi decretada a proibição do fabrico, transporte e comercialização do álcool, por uma lei designada por Lei Seca.

O efeito desta proibição foi contrário ao objetivo, logo apareceu o comércio e consumo ilegal de bebidas, e máfias dominaram este comércio. Al Capone, em Chicago, montou grandes esquemas que muito lucravam com o consumo ilegal.

Para disfarçar o consumo perante a polícia, eram criados bares designados por “speakeasy” instalados em caves subterrâneas. Estes bares que tinham grandes lucros tornaram-se numerosos e populares, tornou-se uma característica da cultura americana durante esse período. Para aumentar o lucro, a qualidade do álcool vendido no speakeasy era, muitas vezes, duvidosa e para disfarçar o paladar agressivo de algumas bebidas começaram a fazer-se misturas na forma de cocktails.

Era utilizada a frase “speak softly shop”  para designar “casa de contrabandistas”.  Com o passar do tempo a designação de “speakeasy” tornou-se um nome comum para descrever um bar para tomar uma bebida.

O pequeno Sapo vermelho

Red Frog, um sapo que habita a América Central e do Sul É um sapo muito pequeno, com apenas 2 ou 3 centímetros de comprimento que emite um som semelhante aos dos grilos, nas florestas húmidas do Panamá. A maioria destes animais brilhantemente coloridos de vermelho, azul e com manchas pretas, são venenosos. Pertencem a uma grande família de sapos venenosos encontrados apenas na América Central e do Sul, chamados “dendrobatidos”. Os sapos vermelhos são os machos que, desta forma, atraem uma companheira.

Sapo

Também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *