Aprimorar a amizade nas redes sociais!

O tema amizade nunca se esgota e pode até ter várias abordagens. A que neste artigo vai ser falada é aquela amizade “fácil”, aquela que todos lidam no dia-a-dia, e que facilmente encontramos nos “sítios” das redes sociais, como por exemplo, no Facebook, no Twitter, entre outras. Mas aviso importante se não é fã de amigos virtuais então está no sítio errado. Conectar, aderir, aceitar ou recusar pedidos de amizade, restringir acessos – a opção é sua, não esqueça que é uma janela aberta que expõe os mais variados perfis de pessoas neste novo mundo da web.

Aquela amizade que é mais imediatista, mais superficial e por vezes mais reducionista, a que não tem aquela convivência do dia-a-dia, com pessoas ali ao nosso lado, de carne e osso, e que é a mais difícil de fazer e manter na vida, e que conotamos como verdadeira – é um trabalho constante e diário ao longo da vida, pois a amizade não se força, constrói-se.

like-1873541__340Nesta virtual é muito fácil fazer amigos – manda-se beijinhos, dá-se os parabéns pelos aniversários, pelo nascimento de um filho, pela licenciatura, deseja-se um feliz natal e um ótimo ano novo, colocam-se “likes” em tudo o que é foto, imagens de lugares e em publicações nas cronologias de uns e outros, emoji’s de tristeza, a rir, de ira ou de surpresa para mostrar o que se sente, “curte-se” receitas que este e aquela muito gentilmente oferecem, anuncia-se blogues, divulga-se eventos a pedido ou de nosso interesse, de amigos de nossos amigos e de amigos de outros amigos de nossos amigos e de conhecidos de amigos … um “mundão” de gente desconhecida mas virtualmente conhecida.

Mas também pode acontecer que toda essa interação seja considerada incómoda por algum dos conteúdos serem, digamos, dispensáveis, para não dizer “chatos”, até apetece fazer um “unfriend”, palavra mais agradável para não dizer “desfazer ou remover” a amizade.

Mas claro que é difícil quando se trata dos nossos amigos ou familiares a postarem assuntos irrelevantes ou constantes e repetitivos, quem consegue lidar com a situação? Como gerir um não, é uma ofensa para uns, tristeza para outros, zangas e frustrações que acontecem aqui e ali … Atitude, regras de etiqueta (educação), compromisso, discrição, bom senso e critério na publicação de conteúdos são essenciais para a boa prática dentro e fora da rede.

Mas não será a amizade tudo isso, seja virtual ou verdadeira, ela tem de sobreviver ao mau, ao fracasso, a um “não” ou a uma crítica mas também ao bom, ao sucesso, a um “sim” estou aqui para ti, por ti e para nós. Ambas mexem com os nossos sentimentos, sendo que na primeira tem-se muitas amizades, onde a quantidade suplanta a qualidade e a outra cuja “afinidade não se explica, a confiança não se obriga e sentimento não se controla”. E se na virtual os amigos, obrigatoriamente, tem mais contacto em tempo virtual, na outra também há amigos de carne e osso que tem mais contacto em tempo virtual do que em tempo real. Esta é sem dúvida uma mudança significativa na forma de viver e construir as amizades.

Na verdade, as redes sociais causaram um impacto muito grande nas sociedades e foram ganhando espaço no nosso dia-a-dia, trouxeram novidades e podemos estar Aqui e Ali a par do que nos rodeia à distância de um clique, viajando e conhecendo o mundo, interagindo e partilhando instantaneamente ideias e sentimentos.

Virtual ou Verdadeira todos merecem o nosso respeito. Numa clica-se para se fazer e desfazer amizades, para manter os amigos em contacto, (especialmente aqueles que estão longe), na outra exige cumplicidade, constante aprendizagem e saber conviver, partilhar experiências e vivências, apesar dos defeitos e das dificuldades sentidas, os altos e baixos. Ambas são válidas – permitem fazer novos amigos e conservar os velhos!

friends-1994508__340

10 Dicas e truques para um salutar convívio nas Redes Sociais:

  • Se Não gosta de declarações públicas de amor Não as faça …
  • Se gosta e Não tem demonstrações de amizade Não se entristeça nem se zangue, conquiste-as …
  • Se Não gosta de expor a sua vida na Internet Não exponha e evite. O que ninguém sabe ninguém estraga…
  • Se Não quer ser “comentada” Não exponha imagens embaraçosas, fotos íntimas …
  • Se Não falaria em público então simplesmente Não publique …
  • Se gosta do convívio social Não desperdice tempo demais no telemóvel a “cuscar” novidades e Não distancie quem está ao seu lado …
  • Se Não tem contacto “real” com os amigos Não se esqueça quão importante é, convide para …
  • Se Não tiver cuidados redobrados a aceitar amizades Não se esqueça que os ciber criminosos são uma realidade e podem roubar a sua identidade, use os recursos disponíveis…
  • Se Não quer que assaltem a sua casa Não coloque fotos dos locais por onde anda, restaurante, férias, etc. Partilhe as fotos e comentários depois de regressar a casa.
  • Se Não tem etiqueta virtual [regras] Não pode deixar de transportar a convencional, difícil mas útil e essencial. Um dos princípios da etiqueta é a educação, o bom senso e critério dentro e fora da rede, harmonize…

handshake-3382503__340.jpg

Leia, inspire-se, partilhe e viva a amizade!

Também pode gostar

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *