Mulher Africana – de Sandra Ramos

Na continuação da celebração do Dia de África, partilhamos um poema da autora Sandra Ramos que apresentámos aos nossos leitores no artigo “A Arte – Em celebração do Dia Mundial de África” publicado  a 25 de maio.

Um poema que exalta a mulher africana, uma mulher, como tantas outras, poderosa e de garra infinita, mas que nas palavras da autora é ainda:

Mulher Guerreira de odor penetrante,
vencedora da estória vivida de um passado presente!

 

Mulher Africana

Mulher poderosa de garra infinita,
glamorosa e segura de si num enlace perfeito.
Trilhos inóspitos e vazios de uma clareza que só os seus olhos alheios conseguem ver!

Mulher Africana… esculpida a rigor num pincel colorido,
a tua cor quente salpica a avenida atribulada!
Por onde vagueias, os olhares envergonhados resgatam o brilho da tua Fortaleza….!

Mulher Fogaz … desigual na igualdade alheia,
de uma verticalidade vincada, dançante no dia negrejante!

Mulher caliginosa…peça extraída da película cinematográfica,
sedenta do fulgor da liberdade,
esboço da matriz plantada na tua savana!

Mulher Guerreira de odor penetrante,
vencedora da estória vivida de um passado presente!

Simplesmente… Mulher!
Não uma mulher qualquer… Uma Mulher Africana!

Sandra Ramos

Sandra Ramos escritora

Também pode gostar

1 comentário

Leave a Reply