Deitada na areia – Que coisa maravilhosa …

Que coisa maravilhosa

 

Deitada sobre uma toalha estendida na areia,
Olhando para aquele céu lindo lá em cima
Sentir aquele sol, agora tímido, a abraçar a minha pele
Enquanto o barulho das ondas do mar quebravam na areia
Que coisa maravilhosa …

Aquele céu bem azul que quase cegava
Aquela areia branca que brilhava contra os raios solares
Aquele vento que subitamente animou
Aqueles desenhos vivos dos grãos naquela areia
Que coisa maravilhosa…

O som das ondas
Aquela brisa do mar a cheirar a sal
Apetecia sair da areia e morar naquele mar
Dar mergulhos sem arrepios que nem sereia
Que coisa maravilhosa …

E era neste estado que me encontrava
A saborear as coisas boas da vida
Aquela praia de areia fina, a brisa suave, o sol, o mar,
Em família, num fim de tarde simplesmente arrebatador
Que coisa maravilhosa …

Convidava a continuar deitada na areia
Até o sol se pôr acima de um mar de nuvens
Até ao último resquício de luz se dissipar no horizonte
E assistir a um hipnotizante pôr-do-sol
Que coisa maravilhosa …

Donna

Também pode gostar

Deixar uma resposta