“Belinho rural” poema de Anabela Sobrinho

Poesia de Anabela Sobrinho – Anabela Sobrinho possui dois livros editados que são auto-publicações, um bilingue “Gazing at Life”, em 1989 e outro “Cávado cava cov…inha” em 2013, que reflete a sua afeição pela vila de Fão, situada próximo de Esposende, onde viveu 4 anos.

Nas palavras de Anabela Sobrinho, poesia é o que mais gosta de escrever:

“Poesia, sem dúvida, verso livre, não me saem rimas. No fundo, é o que está de acordo com a minha maneira de ser.”

 

“Belinho rural”

Os campos vão bem até às dunas
milheirais crescem rápido
tapetes lilases
de florinhas minúsculas
tapetes cor-de-tijolo
de folhagem carnuda
chorões dum amarelo pálido
e os pinheiros
a debruarem a costa
e um ou outro eucalipto…

Na minha frente
a copa exuberante duma palmeira
as pinhas pequeninas a baloiçar ao vento
os limões esperam as minhas mãos
como as oliveiras esperam fruto.
Que terra fértil, esta!
Alfaces, pimentos p’rá salada
batatas, chouxchoux  e alhos franceses,
penca e coração,
courgetes e abóboras p’rá sopinha
Cebolas e alhos p’ró sabor
cenouras doces e tenras p’ra roer…
E que flores!
E que árvores!
magnólias, lírios,
acácias, áceres
esfregões, glicínias, orquídeas
numa imensidão de botões e cores!

E os animais!
Rolas e passaritos amarelos redondos
melros e pardais bem ágeis
corvos engaiolados
cabras pastam enquanto o bode ausculta…
Ovelhas saltitam ou descansam, lanzudas
gafanhotos e borboletas, libertos
coelhos e raposas, não tão libertos…
cobras, lagartixas verdes furtivas
um sem número de gatos
de todas as cores, de todos os quintais
galinhas e galarós cantadeiros, curiosos
patos brancos ou de crista, fugidios
faisões altaneiros de cachecol sanguíneo
cavalos brancos salpicados de cinza, galopantes
porcos afastados de tudo
burrico de crina macia
a zurrar  e ecoar na praia
cães agrilhoados,
de todo o mundo animal
os que têm pior sorte.

E pela noite o piar dalgum mocho…ou grou?

Vive-se num ritmo
pacato,
natural.

Anabela Sobrinho, Belinho rural, 2012

 

Publicações de Anabela Sobrinho:

 

As 2 publicações de poesia de Anabela Sobrinho
As 2 publicações de poesia de Anabela Sobrinho

 

 

Leia aqui a entrevista a Anabela Sobrinho

 

Também pode gostar

1 comentário

Leave a Reply