Dia da Mulher – Um dia de conquistas

Dia da mulher
Advertisements

Dia da Mulher

Em homenagem a todas as mulheres partilhamos um poema de Florbela Espanca, uma importante poetisa portuguesa, autora de inúmeros sonetos e contos, teve um papel ativo em prol da mulher.

A sua poesia é profundamente emocional, onde o sofrimento, a solidão, e o desencanto estão aliados ao desejo de ser feliz. Florbela Espanca é o nome literário de Florbela da Alma da Conceição, (1894-1930) nasceu em Vila Viçosa, no Alentejo, Portugal.

 

De Joelhos
“Bendita seja a Mãe que te gerou.”
Bendito o leite que te fez crescer
Bendito o berço aonde te embalou
A tua ama, pra te adormecer!
.
Bendita essa canção que acalentou
Da tua vida o doce alvorecer …
Bendita seja a Lua, que inundou
De luz, a Terra, só para te ver …
.
Benditos sejam todos que te amarem,
As que em volta de ti ajoelharem
Numa grande paixão fervente e louca!
.
E se mais que eu, um dia, te quiser
Alguém, bendita seja essa Mulher,
Bendito seja o beijo dessa boca!!
.

Florbela Espanca, in “Livro de Mágoas”

 

Hucilluc deseja a todas as mulher um dia cheio de felizes conquistas.

Também pode gostar

Leave a Reply