Mulher… não à tolerância da violência

O Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres é assinalado todos os anos a 25 de novembro.

Todos os dias acontece Aqui e Ali no mundo inteiro inúmeras mulheres, jovens e adultas, serem vítimas de algum tipo de violência, privadas dos seus direitos e lutando com muitas dificuldades em aceder aos apoios necessários para ultrapassar esse impacto nas suas vidas.

Com esta data pretende-se alertar e sensibilizar a sociedade para os múltiplos casos de violência que ocorrem – doméstica com maus tratos físicos e psicológicos, violação e assédio sexual, são alguns dos crimes praticados contra as mulheres. Serve ainda para apelar ao reforço dos direitos das vítimas, bem como, apostar na prevenção.

A Huc Illuc não podia deixar de se associar a esta data e através do seu blog, as 4 amigas, Donna, Anna, Bella e Antonella, afirmam que nenhum tipo de violência contra a mulher pode ser tolerado, pretendemos chamar a atenção e aderir ao mote “#NemMais1MinutodeSilêncio”.

Pretende-se desta forma suscitar a inquietação e denunciar que só neste ano aconteceu Aqui e Ali em Portugal, 18 mulheres assassinadas no seio da sua família e 23 vítimas de tentativa de homicídio, segundo o Observatório das Mulheres Assassinadas e União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR). As vítimas são de todos os estratos sociais e económicos.

Nota:  Foto retirada da Web, site da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género
Curiosidades e Acontecimentos – Leia e leve

  • A data está relacionada com a homenagem a Tereza, Mirabal-Patrícia e Minerva, presas, torturadas e assassinadas em 1960, por ordem do ditador da República Dominicana Rafael Trujillo.
  • As vítimas de violência doméstica em Portugal podem recorrer à APAV (Associação Portuguesa de Apoio à Vítima) que além de prestar apoio às vítimas organiza eventos especiais neste dia.
  • Com a iniciativa de diversas organizações incluindo a União de Mulheres Alternativa e Resposta realizam-se marchas em diversas capitais do país pela defesa desta causa.
  • Em Portugal a Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade em conjunto com outras entidades promoveu uma campanha para assinalar esta efeméride cujo mote é #NemMais1MinutodeSilêncio e número de telefone 800 202 148.
  • Os nove jogos de futebol da Primeira Liga, entre 24 e 28 de novembro, começam com um minuto de silêncio, como um grito de alerta para a não tolerância da violência contra as mulheres.

Inspiradoras Citações – Leia e Leve

“Estúpido é ainda termos de assinalar o dia pela eliminação da violência contra as mulheres” (Martim Silva, expresso)

 

Também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *