O galo de Barcelos – A lenda

O galo de Barcelos nasceu de uma lenda e é um dos símbolos que caracteriza Portugal. Este galo oriundo da olaria e do artesanato português tem uma identidade que o vincula à cidade de Barcelos na região Minhota.

Podemos encontrá-lo em lojas de zonas turísticas e muitas casas portuguesas e de emigrantes têm este galo como peça decorativa e com símbolos característicos da região.

◊◊◊
Diz a lenda que há muitos anos, uma família de peregrinos, a caminho de Santiago de Compostela para cumprir uma promessa, hospedou-se numa estalagem minhota e como levava um grande banquete e fazia pouca despesa, o hospedeiro ganancioso, entregou os honrados peregrinos à polícia, culpando-os de o terem roubado.
O chefe de família galego, um homem erradamente acusado, sem que ninguém o defendesse, pois era desconhecido, foi condenado à morte.
Em desespero foi ao seu banquete, tirou um frango assado e disse:
– É tão verdade eu estar inocente, como este galo cantar.
E o galo cantou!
O juiz descobriu que o galego se salvara graças a um nó mal feito. O galego ficou solto e foi mandado em paz.
◊◊◊

Também pode gostar

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *