Os Amigos

Os amigos amei despido de ternura fatigada; uns iam, outros vinham, a nenhum perguntava porque partia, porque ficava; era pouco o que tinha, pouco o que dava, mas também só queria partilhar a sede de alegria — por mais amarga.

Eugénio de Andrade, in “Coração do Dia”

 

Também pode gostar

2 comentários

    1. É um facto. No entanto, temos de continuar a acreditar que a amizade verdadeira existe. Muito obrigada pelo seu comentário. Tenha um excelente dia.
      Abracinho hucilluc

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *