No dia da liberdade, respondi à chamada e fui… melhor, fomos..

No dia da liberdade, respondemos à chamada, até porque “tudo começa nas pessoas” e partimos até um dos testemunhos “vivos” da expansão portuguesa o Forte de Santo António da Barra, em S. João do Estoril. Este monumento, acabado de renovar, está classificado como de interesse público. Há que preservar a nossa história, incluindo o património edificado.  

divider-2461548__340

Inesperadamente, naquele dia 25 de abril de 2018, o convite do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, chegou – e bem a tempo de o aceitar. E lá fui eu mais a minha cara-metade, no dia da liberdade visitar aquele Forte, que imaginem há mais de década e meia por ali passávamos todos os dias, naquela marginal, ora correndo, ora caminhando, ora de carro e não fazíamos ideia do que estava por detrás daquela vegetação tão densa e cerrada que nada mostra do que está para lá dela. 

Deveras curiosos, respondemos à chamada, até porque “tudo começa nas pessoas” e partimos até um dos testemunhos “vivos” da expansão portuguesa, o Forte de Santo António da Barra, em S. João do Estoril, para uma inauguração com pompa e circunstância – abre portas ao público para as comemorações do 25 de abril, com uma exposição sobre a sua história ao longo dos séculos.

Construído para fortificar a barra do Tejo contra eventuais ataques, passou por diversas alterações para ser adaptado a Posto Fiscal, posteriormente a campo de Férias do Instituto Feminino de Educação e Trabalho de Odivelas e, mais tarde, tornou-se residência de verão de Oliveira Salazar. Entretanto encerrado, abandonado e sujeito aos mais variados atos de vandalismo, o processo de degradação instalou-se.

É, neste momento, um forte renovado após pouco mais de um mês fruto do trabalho da Câmara Municipal de Cascais, que detém até 2019 a responsabilidade de garantir a segurança e limpeza deste espaço, monumento classificado como de interesse público. Congratulamo-nos com este facto! Há que preservar a nossa história, incluindo o património edificado.  

Ficam aqui algumas imagens atuais, resultado da nossa visita ao recuperado Forte. E ainda algumas alusivas ao Dia da Liberdade.


forte 14



Para mais informações pode consultar os seguintes links:
https://cultura.cascais.pt/list/patrimonio/forte-de-santo-antonio-da-barra-ou-forte-velho
https://www.cascais.pt/noticia/25-de-abril-em-cascais-visita-ao-forte-de-santo-antonio-da-barra

Também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *