Poema para minha filha

Poema para as filhas

“Poema para minha filha”, do poeta angolano Aires Almeida Santos – um poema que fez brotar emoções e os sentimentos mais profundos e verdadeiros nos nossos corações de mães.  Nós que somos mães de jovens mulheres de coração lindo, que caminham na vida, mais ou menos, longe dos nossos braços e que, por isso, a saudade sempre está presente e se manifesta em nós de diversas formas.

Para ti, querida, Paz, amor, ternura, Estrelas rutilantes, Rosas e Mel…

 

Queremos dedicar às nossas amadas filhas, este belo poema, que traduz os nossos sentimentos e os nossos anseios. Que as palavras deste poema sirvam de inspiração a todas as mães ou pais e que todas as filhas(os) compreendam o quão profundo pode ser o amor de uma mãe ou de um pai.

Que as palavras deste belo poema de Aires Almeida Santos, nos tragam esperança na humanidade, em momentos tão perturbadores como aqueles que vivemos, derivados de alguns factos como os que, recentemente, têm sido noticiados.

Girassol - Obra de Marcia Dias -poema de Aires Almeida Santos
Obra da artista plástica Marcia Dias – poema de Aires Almeida Santos: “…E o Sol; Brilhando muito; Em frente ao teu caminho….”
Poema para minha filha

Para ti, querida
Rosas e mel
E estrelas rutilantes,
Risos gritantes,
Muita ternura e carinho

E o Sol
Brilhando muito
Em frente ao teu caminho.

Deixa comigo o fel,
A dor, o desespero
Deixa que eu fira a pele
Nos ásperos abrolhos
Da vida.

Deixa chorar meus olhos
Deixa comigo
O peso do sonho tão antigo.

Para ti, querida
Paz, amor, ternura
Estrelas rutilantes,
Rosas e Mel…

 

Escritor e Poeta : Aires Almeida Santos

Nasceu em:13 de abril de 1922, Chinguar, Bié, Angola. Faleceu em: 03 de setembro de 1991, Benguela, Angola.

 

A imagem “Girassol” é de uma obra da Artista Plástica Marcia Dias

Também pode gostar

Leave a Reply