Por terras de São Tomé

Viajando por terras de São Tomé –  A ilha de São Tomé convida qualquer um de nós a deliciar-se com as mais exuberantes paisagens de uma cor verde que tranquiliza e de uma cor azul que nos transmite paz no horizonte. O leve-leve é o tema diário da ilha, onde o corpo relaxa e a mente sossega neste contacto com o estado puro da natureza!

 

Por terras de São Tomé – uma viagem que não se esquece

Pelos caminhos se aprecia a natureza circundante e os vários trilhos existentes, são desafiantes para os mais aventureiros. São Tomé é a terra ideal para experimentar a natureza pura, fazer desportos de montanha e aquático. Permite, também interagir com um povo tão humilde e uma cultura cheia de apontamentos.

As memórias, as histórias e as vivências não se esquecem e são reveladas e relevadas pelo povo santomense. Nos trilhos da história de São Tomé escondem-se os mais pequenos recantos e mistérios, os detalhes e os pormenores das mais antigas tradições deste povo que cresceu na sua terra!

 

Obrigado e obrigada uma das palavras mais bonitas

Chegar e viver o dia a dia não chega, é preciso ficar e sentir os sentimentos deste povo tão humilde, tão carinhoso e tão simpático. Todos nos dizem a palavra obrigado e obrigada de coração! É uma das palavras mais bonitas de se dizer e de se ouvir, mesmo quando não existe nada em troca!

A viagem pelas estradas é desafiante para qualquer condutor. Qualquer trajeto tortuoso faz parte do percurso turístico, quer no Norte quer no Sul da ilha de São Tomé. Mas as paisagens continuam a ser de cortar a respiração! Que beleza tão enriquecedora!

Como turistas e viajantes, não se dispensa o registo fotográfico, como um verdadeiro postal para mais tarde recordar. Estas memórias vão valer muito! A grande marca turística está na interação que se estabelece com os nativos. Onde mais que observar, há que viver cada segundo!

Um oásis em plena ilha. Facilmente, encontramos sítios únicos e memoráveis para o prazer dos dias de férias. Em São Tomé é possível desfrutar de serenidade, de harmonia, de paz e de tranquilidade.

 

O som dos ritmos musicais santomenses e africanos

Na viagem guiada seguimos sempre o trajeto ao som dos ritmos musicais santomenses e africanos. Até a música “A Nossa Vez” dos Calema nos invade a alma.

“…

Eu quero estar ao teu lado pra sempre
Relaxa e deixa-me fazer-te sorrir
É ao teu lado que eu me sinto diferente
É ao teu só teu

Quero te levar
A onde mais ninguém levou
Onde o ar cheira flores
E as flores são espelho de quem eu sou

…”

Santana

A vila de Santana fica a 15 km da cidade de São Tomé e está localizada na parte oriental da ilha de São Tomé. Esta vila tem paisagens com florestas tropicais, onde a fauna e a flora são muito acentuadas. Existe um porto que permitiu o desenvolvimento da atividade pescatória. A nível turístico existem atividades como a pesca submarina e o mergulho. As atividades de snorkelling e o mergulho são características desta ilha.

O cacau é um dos ingredientes da indústria e também tem domínio sobre a economia local.

Quando o mar permite e as ondas estão verdadeiramente calmas, Santana é um dos locais preferidos para pescar. Os locais apresentam pequenas bancas de mercado onde se vende peixe e os turistas também podem comprar artesanato.

Boca do Inferno

A boca do Inferno está localizada no litoral acidentado perto do Aqua Izé e aproximadamente a 30 minutos de carro para sul da cidade de São Tomé. A Boca do Inferno é uma verdadeira gruta natural. A erosão criada pelo mar nas rochas, origina também um pequeno canal. Este é um dos locais de visita onde se pode observar através do miradouro.

Verifica-se uma pequena e estreita passagem que afunila as ondas sob uma ponte de pedras basálticas. Facilmente, nos apercebemos do som e da pulverização da água do mar.

O nome de Boca do Inferno, quer em São Tomé quer em Portugal, está relacionado com a analogia morfológica. Também é de realçar o tremendo e assustador impacto da força das ondas do mar nas rochas das falésias e grandes arribas. Daí que se cria uma caverna ou gruta marítima.

Conta a lenda que a Boca do Inferno é o sopro natural de Água Izé, bem perto da praia Izé e não deixa de ser um lugar mítico. Esta lenda indica que havia uma ligação a Portugal, sendo que a viagem deveria demorar apenas alguns minutos.

Este sítio ficou conhecido devido ao suicídio de Aleister Crowley e por onde saía a cavalo o Primeiro Barão de Água-Izé da Ilha de São Tomé, quando visitava o Reino de Portugal.

Praia das Sete Ondas

Um encontro com ondas nesta praia quase deserta.

Praia Micondó

Uma praia bem bonita e que convida a mergulhos.

Zona Angolares

Aqui encontra-se a Roça de S. João de Angolares, onde é possível saborear o menu de degustação preparado pelo chefe João Carlos Silva.

Restaurante Miónga

O restaurante Miónga está localizado em São João dos Angolares. Um sítio divinal para um belo almoço e tem um menu de degustação delicioso.
A vista sobre a Praia de São João dos Angolares é lindíssima e o ambiente é muito agradável. As pessoas são muito atenciosas.

Praia Pesqueira e Cascata Pesqueira

A Cascata da Pesqueira proporciona um belo banho. Tem uma queda de água fantástica e um tronco que permite subir e dar bons saltos para a água. Aqui se toma um banho acompanhado com crianças e jovens, além de que nos ajudam a caminhar pelas pedras, até alcançarmos a cascata.

Baía de São Tomé

Um passeio pela Baía da cidade permite conhece a cidade e desfrutar da venda do peixe pelos santomenses.

Uma visita aos mercados permite-nos conhecer a venda de frutas, legumes e de outros produtos alimentares.

Na marginal da capital de São Tomé encontra-um espaço agradável para petiscar e para beber uma caipirinha. “O Paraíso dos Grelhados”, é um local a não perder. Assim como, é um marco visitar uma das lojas de chocolate e provar o saboroso chocolate e na loja de Diogo Vaz.

Se tem fascínio em conhecer novas paisagens, histórias, culturas, pessoas e olhares, São Tomé será o sítio eleito acompanhado pelo gosto da praia, do sol e do chinelo no pé. É certamente o local mais desafiante e inesquecível quer para as condições de vida e escassez de infraestruturas de apoio quer pelo deslumbramento da potencialidade humana.

Somos todos primos é o significado das iniciais STP. Este país recebe-nos de coração abeto e com sorrisos! Tantas crianças para abraçar e pegar ao colo! Que maravilha! Que “gente doce em mar salgado” (Viagens de uma vida). Uma das viagens mais marcantes das nossas vidas que desafia a nossa plenitude. A liberdade no mundo cria-se e sente-se ao amar as coisas simples.

Praia da Lagoa Azul

No norte de São Tomé, mesmo a caminho de Neves, ao olhar para o lado direito vê-se ao longe as águas azul-turquesa da praia da Lagoa-Azul. Existe pouca areia mas as cores são irresistíveis. A água convida a dar um agradável mergulho. Também é possível subir o monte para ver a praia do outro lado.

Santa Catarina

Em direção a Santa Catarina, no lado Oeste da ilha de São Tomé, é uma das estradas mais bonitas. Observa-se uma vegetação lindíssima e algumas cascatas. As palmeiras pendem para o mar dando assim uma visão idílica!

Pico do Cão Grande

À medida que nos aproximamos do sul de São Tomé visualizamos o imponente Pico do Cão Grande. Um dos ex-líbris da ilha é o Pico, ou melhor uma elevação com 663 metros que se vê ao longe.
Uma estrutura de origem vulcânica com uma forma pontiaguda que se ergue imponente (aproximadamente 663 metros acima do nível do mar) no meio do Parque Natural de Ôbo.

Petisqueira Santola

Localizada na povoação de Neves, no norte de São Tomé e o prato típico é a santola deliciosa acabada de cozer com banana-pão frita. Que delícia a provar nesta terra do leve-leve.

A terra do leve-leve é um verdadeiro paraíso.

 

Saiba mais sobre a magnifica ilha de São Tomé:

Memorial da descoberta da Ilha de São Tomé

Mucumbli em São Tomé

Também pode gostar

Leave a Reply