Apresentação do livro “O Encantador de Sonhos” de Sarah Musgrave

A autora Sarah Musgrave

Sarah Musgrave, reuniu um grupo de amigos no espaço FNAC do Centro Comercial de Oeiras para a apresentação deste seu livro “O Encantador de Sonhos”. Foi uma bela “festa”. Aqui fica um pequeno excerto da própria autora.

O Encantador de Sonhos é um livro que merece ser lido porque é uma história muito bonita.

É uma história que se inspira nos amores que vivi, nas amizades que tive o privilégio de fazer, na família maravilhosa que sempre me acompanhou, nas escolhas que eu tive que fazer, nas consequências dessas mesmas escolhas, nas lições que eu pude aprender e nas lágrimas que eu, um dia, chorei.

 O Encantador de Sonhos é um romance que merece ser lido não por ser uma obra literária com um português magistralmente escrito, mas porque em cada palavra eu coloquei aquilo que sentia, aquilo que me ia na alma. Vale a pena ler O Encantador de Sonhos por ser uma história que fala de sonhos, todos nós temos sonhos e fala de esperança, que nem sempre nós temos. A vida dá muitas voltas, nós não sabemos onde vamos estar amanhã, esse é um dos pressupostos de O Encantador de Sonhos. 

Por todas estas razões, o meu romance O Encantador de Sonhos, um dos meus amores, deve ser lido não por ter sido escrito por mim, mas porque tem vida própria e só quem o leu é que sabe disso

Hucilluc presente!

Procuramos Aqui e Ali liga-nos ao que nos rodeia, máxima do nosso blogue, refletir e partilhar vidas inspiradoras, acontecimentos de relevo, falar e divulgar a arte no seu melhor, seja através da pintura, da poesia ou como meio para interpretar ou contar uma simples história.

Ou simplesmente refletir sobre como um livro pode melhorar “pessoas”, as que escrevem e as que leem, e produzir como resultado dessa escrita ou dessa leitura “a mudança” em nós.

Sim, estivemos presentes e abraçamos este convite. Ao sentirmos a força da escrita conduziu-nos a este artigo e a publicar aqui no blogue.

Afinal de contas, como disse Aristóteles, “somos o que fazemos com frequência”.

Moderadores – Sandra e Romão

 

A Andreia, uma professora amiga de Sarah, deu início à apresentação com um cântico à capela. Após, Sandra Almeida e Romão Santos, outros amigos, falam-nos de Sarah e vão desvendar um pouco do romance que vale a pena ler.

Começam por afirmar que Sarah é uma mulher moderna, cosmopolita, e acima de tudo apaixonada. Talvez por isso declaram que o livro “leva-nos a um sítio para além da imaginação” À pergunta quem são as “tuas pessoas”, Sarah prontamente retorquiu “família direta, família de coração, os amigos…”.

Referem com algum fervor que as histórias são plenas de apontamentos autobiográficos. Sarah reafirma concordando. Efetivamente as suas personagens são inspiradas em pessoas reais. Em tom doce mas vigoroso afirma “Na vida há muitos encontros e desencontros”. Há o amor forte, que junta ou afasta mesmo as pessoas que pareciam estar destinadas a ficarem juntas.

Sarah acredita no Amor

Sarah diz-nos que “na realidade acontecem muitos desencontros porque, num dado momento, as pessoas podem não estar preparadas para dar e receber“. Mas Sarah acredita que no final o amor vence e acontecem os encontros. Acredita que a vida é uma troca, recebemos e retribuímos o que os outros nos fizeram de bom. Acredita no princípio da honestidade, no estar bem com a vida e que todas as pessoas são capazes de ser boas. O Amor é o seu ponto de partida para tudo.

Sarah define o seu livro com a palavra Perdão

Apesar de se considerar uma contadora de histórias, tem apenas dois livros publicados, este último e o Papoila Selvagem, mas ao todo tem 18 livros escritos. Embora ambos tenham uma tónica comum – amor, este último a palavra que melhor o descreve é “Perdão”, segundo a opinião de Sarah.

 

Porquê o nome “O Encantador de sonhos”? Porque a personagem principal, percebe que ao agir mal, inadvertidamente provoca dor e “quebra” os sonhos de muitas pessoas. Tomando consciência desse facto, persegue numa caminhada para as encontrar, ajuda-las a retomarem uma vida plena e a concretização dos seus sonhos. Só depois desta caminhada, é capaz de se perdoar a si mesmo e encontrar a paz.

Partilha e diverte-te a ler

Atreve-te a viver. Sai da tua zona de conforto. Arrisca mais. Atira-te de cabeça. Cai e levanta-te. Apaixona-te. Sorri, chora, sonha e vibra. Agarra o momento! A vida acontece agora, não daqui a pouco, mais logo ou amanhã. Não remoas no que foi e no que poderia ter sido, porque nunca vai ser. Solta o teu coração e segue-o. Ele sabe melhor que tu o que te faz feliz”.

Ainda necessita de recomendações?! … seguramente que não. Façam o favor de comprar, de ler e acima de tudo façam como a Sarah – sejam capazes de amar e de se perdoarem.

Parabéns Sarah!

 

Leia aqui outros artigos com a autora Sarah Musgrave

Entrevista de Sarah Musgrave

Com um brilho no olhar trocam-se confidencias  – Uma conversa entre amigas.

 

Também pode gostar

2 comentários

    1. Sim, não hesite em comprar. É um livro cheio de amor e mostra a importância de nos perdoarmos a nós próprios.
      Obrigada, tenha uma excelente semana

Deixar uma resposta